skip to Main Content

O que é retenção de talentos, benefícios e como aplicar

Com as novas tendências de mercado – como o home office, o nomadismo digital e o trabalho híbrido, por exemplo – manter bons profissionais na equipe se tornou tão importante quanto atrair novos candidatos. Se você já se perguntou sobre o que é retenção de talentos ou sua importância para a empresa, este texto vai sanar suas dúvidas. Boa leitura! 

O que é retenção de talentos? 

Em primeiro lugar, vale salientar que esta é uma das maiores prioridades de um setor de RH bem estruturado. Quanto ao conceito de retenção de talentos, podemos defini-lo como um conjunto de ações que tem como principal objetivo diminuir o turnover, mantendo as pessoas na equipe e desenvolvendo-as – elevando, assim, o padrão de qualidade dessa mão-de-obra. 

Quais as vantagens em reter talentos? 

A retenção de talentos nas empresas é uma questão que ultrapassa a área de Gestão de Pessoas pois, ao conservar os melhores profissionais, independentemente de seu departamento, os resultados se refletem também em outros setores, tornando esta uma característica típica de toda a cultura organizacional. Confira a seguir, mais detalhadamente, as vantagens que a retenção deve trazer ao dia a dia: 

Garante a qualidade nas entregas 

Quanto mais tempo na empresa, mais conhecimento adquirido; e quanto mais conhecimento, mais valor nas entregas. Essa lógica mostra que, ao reter talentos, a organização cria também uma cadeia de excelência, potencializando os profissionais tanto em aspectos técnicos (por meio de treinamentos ou do aprendizado referente a novas tecnologias) quanto em aspectos psicológicos (autoconfiança, segurança e credibilidade). 

Cria um ambiente de trabalho com troca de experiências 

O nível de satisfação na sede organizacional deve ir além de sua estrutura física e dos equipamentos dispostos. É preciso levar em conta também os comportamentos, os relacionamentos e as experiências que se manifestam nesse espaço. A construção e o fortalecimento das relações, inclusive, é um dos fatores determinantes para o senso de pertencimento, o avanço do trabalho em equipe e a melhora da comunicação.

Duas colegas trocando experiência no ambiente de trabalho.
O ambiente de trabalho é também um espaço para compartilhar conhecimentos e experiências.

 

Melhora o clima organizacional 

Uma empresa que não investe em retenção tende a possuir um alto índice de desligamentos, o que, por sua vez, pode deixar a equipe desmotivada e prejudicar o clima organizacional, já que este último revela como as pessoas percebem a rotina de trabalho. Por outro lado, com ações de retenção sendo postas em prática, esse clima é automaticamente aprimorado, com todos se sentindo seguros e engajados em suas respectivas funções. 

Reduz gastos com contratações e desligamentos 

Tanto o processo de recrutamento (que inclui as etapas de integração e treinamento de novos contratados) quanto as contas pagas em caso de demissão geram custos para a empresa. Com um programa de retenção ativo, a frequência com que esses tipos de procedimentos são solicitados diminui; dessa forma, a organização economiza e pode fazer um melhor uso de suas finanças (investindo em capacitação, por exemplo, como veremos mais adiante). 

Auxilia na atração de talentos 

Pode parecer contraditório em um primeiro momento, mas é fato que reter talentos é uma ótima forma de atrair novos profissionais. Isso acontece porque a estratégia de retenção é um dos pontos que constituem uma marca empregadora, visto que a forma como os colaboradores enxergam e divulgam a própria empresa impacta diretamente na imagem que chega até o público externo. 

Como aplicar estratégias de retenção? 

Agora que você já sabe tudo sobre retenção de talentos (o que é e seus benefícios), confira algumas dicas de como incentivá-la e promovê-la! 

Trabalhe a valorização dos colaboradores 

O endomarketing (isto é, marketing voltado para o público interno) é uma ótima ferramenta para trabalhar a valorização dos colaboradores. Através dessa estratégia, é possível preservar um ambiente de trabalho agradável e harmônico, em que todos conhecem bem a empresa, têm orgulho de fazer parte dela e entregam bons resultados.

Equipe unida e engajada graças ao trabalho do endomarketing.
O endomarketing tem o potencial de engajar pessoas em prol de um mesmo propósito.

Tenha um plano de carreira estruturado 

A criação de planos de carreira é uma forma da organização manifestar seu interesse pelos profissionais, focando em seu aprimoramento e evolução contínua. Para que as metas e as etapas a percorrer sejam bem estruturadas, é importante determinar as competências exigidas para cada posição hierárquica e alinhar expectativas, aumentando as chances de sucesso do(a) colaborador(a). 

Ofereça salários alinhados ao mercado 

Recomendamos a aplicação de uma pesquisa de mercado, realizada periodicamente, para avaliar como o seu nicho de atuação tem se comportado e, a partir disso, oferecer uma remuneração condizente (financeiramente falando) com a função, as competências e a formação acadêmica/profissional dos colaboradores, a fim de evitar frustrações na equipe. 

Dê bonificações e benefícios 

As bonificações e benefícios (obrigatórios ou não) devem complementar a renda advinda da remuneração convencional. Investir em um salário emocional é uma maneira de ganhar destaque no mercado, surpreendendo positivamente os trabalhadores. Nesse sentido, benefícios pessoais são uma ótima opção, pois podem ser geridos de acordo com o perfil comportamental de cada colaborador, principalmente se eles forem flexíveis. 

Equilibre vida pessoal e profissional 

É comum ouvirmos que “o trabalho é uma extensão de casa”. Nesse contexto, muitas vezes o funcionário pode estar desanimado por motivos pessoais, que influenciam também o seu desempenho no trabalho. Diante disso, é fundamental exercitar a sensibilidade e conversar com essa pessoa, para entender suas necessidades e tentar ajudar de alguma forma. Uma atitude como esta é um diferencial e tanto, capaz de ganhar a confiança daquele profissional. 

Tenha lideranças capacitadas 

Um gestor é capaz de afetar diretamente a experiência de um colaborador em uma empresa. Por isso, cabe à organização garantir que ele está realmente preparado para cumprir o seu papel e se tornar um exemplo para a equipe. Mais que isso, oferecer cursos de liderança é uma forma não só de qualificar esse profissional, mas de garantir a alta performance do time como um todo, já que os liderados, com os estímulos certos, dão o seu melhor e superam desafios.

Treinamento realizado a fim de qualificar lideranças.
A capacitação dada aos líderes afeta diretamente o desempenho dos liderados.

Estruture uma cultura de feedbacks 

Ter uma cultura de feedback permite que os funcionários se expressem com abertura e naturalidade, beneficiando a todos os envolvidos e corroborando para uma comunicação corporativa mais fluida e sem ruídos. Ao mesmo passo que os processos evoluem e se tornam mais assertivos, a cooperação entre os colegas cresce e, por consequência, os resultados também. 

Como vimos, entender o que é retenção de talentos nas organizações não é suficiente; é necessário investir e aplicar ações que valorizem e motivem os profissionais, pois eles são peças essenciais para atingir cada vez mais metas e alcançar o sucesso. 

Se você gostou deste conteúdo, comece a fazer a diferença na vida dos seus colaboradores hoje mesmo! Conheça o DUCZ, uma poderosa ferramenta de retenção que garante mais liberdade e qualidade de vida aos trabalhadores. Clique na imagem abaixo para entrar em contato e saber mais!

Aumente os índices de retenção na sua empresa com o DUCZ!

Compartilhe:

Apaixonada por Comunicação e suas inúmeras possibilidades. Trabalha com redação criativa, copywriting, storytelling e técnicas de SEO. Enxerga a escrita como uma forma de aprender e de transmitir conhecimento a outras pessoas.

Este artigo tem 0 comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Back To Top