skip to Main Content

Satisfação no trabalho: como medir e por quê?

Você já ouviu falar em satisfação no trabalho? Trata-se de um índice que, em resumo, expressa o quanto seus funcionários se sentem realizados em seu emprego (mais especificamente com a função, o ambiente de trabalho, os colegas, o salário e os benefícios oferecidos). De satisfação, a gente entende! Continue para saber, detalhadamente, tudo o que essa medida compreende e o porquê de ser tão importante registrá-la. Boa leitura! 

O que é satisfação no trabalho? 

Os conceitos de satisfação e qualidade de vida no trabalho têm a ver com a forma como cada colaborador se enxerga dentro da empresa. Eles são determinados por valores que vão muito além de aspectos financeiros, incluindo também a possibilidade de crescimento na organização, a relação respeitosa e harmoniosa com os demais integrantes da equipe, dentre outros fatores que veremos mais adiante. 

Qual a importância da satisfação no trabalho? 

Quando em alta, o nível de satisfação é benéfico tanto individualmente (para cada trabalhador) quanto para todo o coletivo (a empresa em questão). Leia a seguir e entenda: 

Para os trabalhadores 

Caso estejam satisfeitos, os colaboradores se sentem valorizados, participativos, confiantes e, consequentemente, produtivos. É cientificamente comprovado que o desempenho de uma pessoa aumenta quando ela está feliz e motivada.

Equipe avaliando resultados em conjunto, todos felizes e satisfeitos.
A taxa de desempenho de um(a) funcionário(a) é diretamente proporcional ao seu nível de satisfação no trabalho.

Para a empresa 

Com o alto engajamento da equipe, em que os funcionários entregam cada vez mais e melhor, toda a organização sai ganhando. Além da crescente produtividade, atuar em um ambiente de trabalho agradável e confortável é uma vantagem em termos de retenção, pois esses colaboradores tendem a permanecer mais tempo na empresa. 

Fatores determinantes da satisfação no trabalho 

Há uma série de motivos que fazem uma pessoa se sentir satisfeita (ou insatisfeita) em seu departamento, podendo englobar questões práticas ligadas ao dia a dia, como também pontos referentes ao próprio modelo de trabalho da empresa. Confira abaixo: 

Ambiente de trabalho 

A estrutura física da sede organizacional, bem como o quanto é investido no uso da tecnologia e nos equipamentos de trabalho, são pontos importantes para análise. Mais que isso, é preciso levar em conta também particularidades comportamentais, isto é, referentes às relações existentes nesse espaço. Uma pesquisa de satisfação no ambiente de trabalho, por exemplo, é capaz de identificar tais elementos. 

Senso de pertencimento 

Clima organizacional e satisfação no trabalho andam lado a lado. Por isso, promover o bem-estar e estimular o pertencimento à organização, fazendo com que as pessoas sintam que realmente “vestem a camisa” daquela empresa, é tão relevante. É essencial fortalecer a cultura interna, agindo de acordo com os valores organizacionais e incentivando o time a fazer o mesmo. 

Relacionamento com os colegas 

Construir relacionamentos fortes com seus colegas de trabalho é uma das formas de priorizar o bem-estar no cotidiano, a fim de garantir uma comunicação fluida e harmônica entre todos. Para isso, basta ser prestativo(a), encontrar interesses em comum, compartilhar ideias e estratégias, fazer elogios e reconhecer a importância do trabalho em grupo.

Colegas de trabalho sorrindo durante reunião.
Quando membros de uma equipe mantêm uma boa relação, a produtividade de todos tende a crescer.

Expectativas e metas 

O alinhamento entre expectativas e metas é uma prática a ser executada com certa frequência (assim como o acompanhamento de métricas); de preferência, desde o processo de recrutamento, de maneira transparente e assertiva. Com isso, as chances de que o funcionário atue com maior segurança, sentindo que de fato está cumprindo aquilo que foi acertado, são maiores – e consequentemente, os índices de satisfação também. 

Desenvolvimento profissional 

Investir na criação de planos de carreira ou na oferta de cursos de liderança para capacitação demonstra que a empresa deseja desenvolver profissionais e otimizar performances, levando o time a atingir seu potencial máximo. Esse tipo de experiência proporciona um aprendizado que o colaborador nunca irá esquecer; e ele, por sua vez, satisfeito e agradecido, dá o seu melhor na entrega de resultados. 

Salário e benefícios 

Tanto a remuneração convencional quanto os benefícios legais oferecidos têm grande poder de impacto na satisfação dos colaboradores. Vale a pena proporcionar um salário emocional atrativo – de preferência, benefícios pessoais que tragam vantagens e despertem o interesse de cada colaborador. Através de benefícios flexíveis, por exemplo, é possível não só atrair e reter talentos, mas também gerar mais motivação e engajamento nas equipes. 

Como medir a satisfação dos colaboradores? 

Esse nível de contentamento, olhando diretamente para os colaboradores, é capaz de influenciar a produtividade de uma organização. Por isso, é importante mensurá-lo e aprimorá-lo periodicamente, por meio de perguntas sobre motivação e satisfação no trabalho. 

Antes de determinar qualquer diagnóstico, exercite a cultura de feedback e ouça o que sua equipe tem a dizer. Para isso, realize entrevistas e/ou um questionário de satisfação no trabalho. No caso deste último, vale lembrar que o método de aplicação pode fazer toda a diferença; o anonimato, por exemplo, costuma deixar as pessoas mais à vontade. 

Agora que você já sabe tudo sobre a importância da satisfação no trabalho, conheça e escolha o DUCZ: uma ferramenta que mantém esse índice nas alturas, ao mesmo tempo em que dá mais autonomia a cada um da equipe e facilita a retenção de talentos. Clique na imagem abaixo e entre em contato para saber mais!

Atrair e reter talentos é ainda mais fácil com o DUCZ!

Compartilhe:

Apaixonada por Comunicação e suas inúmeras possibilidades. Trabalha com redação criativa, copywriting, storytelling e técnicas de SEO. Enxerga a escrita como uma forma de aprender e de transmitir conhecimento a outras pessoas.

Este artigo tem 0 comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Back To Top